Por administrador em 21/fev/2013

Marcha em Brasília encerra Encontro de Mulheres Camponesas



Uma caminhada e um ato político em frente à Praça dos Três Poderes encerraram nesta quinta-feira (21) as atividades do 1º Encontro Nacional do Movimento de Mulheres Camponesas do Brasil. Durante três dias, cerca de mil mulheres de vários pontos do país participaram de debates sobre o registro civil para as camponesas, o fim da violência contra a categoria e a produção de alimentos saudáveis, entre outros assuntos. O tema do encontro foi Na Sociedade Que a Gente Quer, Basta de Violência contra a Mulher.

Em busca de políticas públicas que reduzam a violência e garantam geração de renda e autonomia para as mulheres no campo, camponesas de 22 Estados reuniam-se na capital desde segunda-feira (18). O encontro contou com a participação de representantes do Sinpro, de lideranças camponesas de países da América Latina e da América Central. Elas discutiram os temas centrais do encontro e trocaram experiências. De acordo com a militante, Elisiane Jahn, no documento final elas assumem o compromisso com a construção de relações de igualdade entre os seres humanos e a natureza, além do fortalecimento das organizações populares, feministas e de trabalhadoras.

“Nós, mulheres do campo e da cidade, marchamos hoje pelo fim da violência e por politicas públicas que promovam educação, previdência, agricultura familiar, saúde e emancipação da mulher trabalhadora. Colorimos a Esplanada e o Congresso de lilás, a cor da luta de gênero, para mostrar que as sementes desse encontro de mulheres produzirão frutos de uma sociedade melhor para todas e todos”, salienta a diretora da Secretaria de Política para as Mulheres do Sinpro, Neliane Cunha.

Imprimir