Por administrador em 21/out/2014

GDF descumpre a lei e prejudica aposentados(as)



Após 30 (mulheres) e 35 anos (homens) de trabalho no magistério, muitos(as) professores(as) não conseguiram gozar a licença-premio em atividade, devida à não liberação por parte do GDF.

Após a Lei Complementar 840/2011, essas licenças-prêmios não gozadas estavam sendo pagas no ato da aposentadoria. Mas de forma surpreendente, professores(as) aposentados(as) em agosto e setembro, não receberam até agora a pecúnia das suas licenças. O Sinpro já solicitou reunião com a Secretaria de Administração Pública e com a Secretaria de Educação, para a solução do impasse antes que o exercício de 2014 seja encerrado.

Os(as) professores(as) que estão envolvidos no problema devem ficar atentos na página do Sindicato, pois o Sinpro pode convocar a categoria nos próximos dias, para uma mobilização.

 

Imprimir