Por administrador em 19/mar/2014

Em campanha, servidores da Educação acampam na Praça do Buriti



Representados pelo SAE-DF, os servidores da Carreira Assistência à Educação aprovaram em assembleia e montaram desde o dia 17 um acampamento em frente ao Palácio do Buriti, onde permanecerão até a sexta-feira (21). A medida visa a pressionar o GDF para os atendimento das reivindicações da categoria.

Durante a assembleia, realizada na segunda-feira (17), os servidores destacaram os pontos de pauta prioritários da campanha salarial 2014.

Além dos 38 pontos da pauta, estes são os principais:

1 – Auxílio Saúde.
2 – Alterações da lei 5106/2013 – Carreira Assistência à Educação
3 – Ocupação de todos os cargos e funções administrativas da Secretaria de Educação pela Carreira Assistência à Educação.
4 – Mudança urgente das especialidades dos agentes conforme acordado;
5 – Aumento dos valores das gratificações das funções gratificadas.
6 – Aumento do auxílio alimentação.
7 – Pagamento das pendências financeiras/exercício findo.

Diretores do SAE-DF se revezaram nas falas, apontando o início de uma grande luta da categoria, “principalmente pelo fim da discriminação praticada pelo governo contra os servidores da Carreira Assistência à Educação em relação a outras categorias do GDF que têm plano de saúde e tíquete alimentação em valor maior ao que nos é pago”.

Ponto destacado pelo secretário geral do SAE-DF e secretário de Relação do Trabalho da CUT Brasília, Denivaldo Alves do Nascimento, diz respeito ao pagamento das pendências financeiras. Denivaldo cobrou do GDF a publicação de um Decreto para efetivar esse pagamento o mais breve possível, “pois a categoria está exigindo essa quitação”, disse.

A Assembleia também aprovou a luta da CNTE, com paralisação nacional de três dias (17, 18 e 19/03) em defesa das reivindicações dos funcionários da educação.

Encontro com Agnelo

Ainda na segunda-feira (17), a Comissão de Negociações do SAE-DF foi recebida pelo governador Agnelo Queiroz e pelo secretário de Administração Pública, Wilmar Lacerda. A pauta da reunião girou em torno das demandas gerais da categoria e da pauta específica da Campanha Salarial 2014.

Na reunião, a Comissão explanou cada pondo de pauta. O governador, embora tenha exposto limitações orçamentárias para o atendimento das demandas dos servidores públicos do GDF de um modo geral, diante da pauta do SAE-DF, posicionou-se pela construção de uma contraproposta a partir de novas reuniões com o governo.

Confira abaixo as atividades do acampamento do SAE-DF até a sexta-feira (21).

Secretaria de Comunicação da CUT Brasília, com informações do SAE-DF

Imprimir