Por Tomaz Campos em 19/out/2017

Campanha do Sinpro contra PLC do Espanto é recusada por empresas de publicidade



A mão do GDF em escolher o que pode e o que não pode ser veiculado chegou nas empresas de publicidade. E não é de hoje. Mais uma vez, uma campanha publicitária do Sinpro, que seria divulgada em outdoors foi recusada pelas empresas.

A campanha, é contra a PLC do Espanto, aprovada recentemente pelo governador Rollemberg, que retira dinheiro do Iprev para salvar as contas de um governo cada dia mais desgovernado. Na campanha, o Sinpro divulga a foto e nome dos deputados distritais que votaram a favor do projeto, que destrói a aposentadoria de professores (as) e orientadores (as) educacionais.

Portanto, o Sindicato usará a internet e seus próprios meios para divulgar a campanha, para que a sociedade saiba quem são os 14 deputados distritais que votaram contra os servidores. A saber, são os deputados: Agaciel Maia (PR), Chico Leite (Rede), Cristiano Araújo (PSD), Bispo Renato Andrade (PR), Juarezão (PSB), Julio Cesar (PRB), Liliane Roriz (PTB), Lira (PHS), Luzia de Paula (PSB), Professor Israel Batista (PV), Rafael Prudente (PMDB), Robério Negreiros (PSDB), Rodrigo Delmasso (Podemos) e Telma Rufino (Pros).

O Sinpro continuará lutando para que os espaços para a comunicação na cidade sejam mais democráticos e que recusas desta natureza não voltem a ocorrer. O Sindicato utilizará de outros veículos e formas pra manter a campanha acontecendo nas cidades, portanto é importante que a categoria participe das atividades quando as mesmas forem divulgadas, através das redes sociais e dos materiais nas escolas.

 

Imprimir