Por administrador em 14/out/2013

Bancários aceitam propostas e encerram greve em Brasília



Depois de 26 dias de uma das maiores greves realizadas nas últimas duas décadas, os bancários e bancárias do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal, do BRB e dos bancos privados do Distrito Federal encerraram a greve. De acordo com Rodrigo Rodrigues, diretor da CUT-DF, os bancários aprovaram em assembleias realizadas nesta segunda-feira as propostas da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e as específicas e decidiram terminar a paralisação.

A proposta global aprovada prevê reajuste salarial de 8,0% (aumento real de 1,82%) e 10% sobre o valor fixo da regra básica e sobre o teto da parcela adicional da PLR (Participação nos Lucros e Resultados). A proposta também eleva de 2% para 2,2% o lucro líquido a ser distribuído linearmente na parcela adicional da PLR

Imprimir