Vigilantes realizam assembleia nesta terça (20) com indicativo de greve

Mais de 10 rodadas de negociação entre patrões e representantes dos trabalhadores vigilantes do DF já foram realizadas, mas continua o impasse sobre pontos importantes de reivindicação da categoria para a Campanha Salarial de 2018. Para discutir os rumos da luta dos trabalhadores, será realizada assembleia geral com indicativo de greve nesta terça-feira (20), às 19h30, na Rampa dos Vigilantes (estacionamento do Conic).
Segundo o presidente do Sindicato dos Vigilantes do DF, Paulo Quadros, “todos os impasses para fechar a Convenção Coletiva da categoria se dão pela reforma trabalhista”. “Eles estão querendo que o sindicalizado pague a mensalidade diretamente no sindicato, o que é um retrocesso de mais de 30 anos; não querem liberar dirigente sindical e várias outras questões impostas pela reforma trabalhista. Mas a gente não vai aceitar”, diz.
Além da segurança da manutenção de direitos históricos, os trabalhadores vigilantes do DF também reivindicam reajuste salarial de 3,1% nos salários e 6,8% no tíquete alimentação – que hoje é de R$ 34,11.

Skip to content