Sinpro se reúne com o governador no dia 8 para discutir a volta às aulas

O Sinpro tem uma reunião marcada com o governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha para a próxima quarta-feira (08), quando conversará sobre o decreto que define o retorno das aulas presenciais para o dia 3 de agosto. Desde a última quinta-feira (02) o sindicato tem mostrado grande preocupação após o GDF publicar no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) o decreto qur libera a reabertura das escolas com aulas presenciais a partir do dia 3 de agosto.

A preocupação se respalda no fato de estarmos ainda na alta da curva de contaminação da COVID-19, fato que leva especialistas, a Organização Mundial da Saúde (OMS), a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e vários outros órgãos a reabrirem as escolas por último, após o pior estágio do pico por contaminação ter passado. Diante deste cenário de queda, os números de óbitos e de novas contaminações serão menores.

Com a volta às aulas em regime presencial em agosto, como propõe o governador, o GDF colocará meio milhão de pessoas de volta às escolas. Isto poderá provocar um aumento significativo no número de contaminados e de mortos. Isto afetará diretamente professores(as), orientadores(as) educacionais, estudantes, pais, mães e a sociedade de uma forma geral.

Nossa luta é pela volta às aulas e retomada do ano letivo, mas de forma responsável e respeitando os protocolos de segurança defendidos pelos órgãos e entidades de saúde.

Skip to content