Sinpro-DF oferece seus espaços físicos para o combate à covid-19

O Sindicato dos Professores no Distrito Federal (Sinpro-DF) disponibilizou, nesta semana, seus espaços físicos ao Governo do Distrito Federal (GDF) para que sejam utilizados no combate à covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Entre os locais ofertados, estão a sede do Setor de Indústrias Gráficas (SIG) e a Chácara do Sinpro, localizada no Núcleo Rural Alexandre Gusmão.

No ofício enviado ao GDF nesta semana, a entidade se coloca à disposição para enfrentar a pandemia e reafirma que, “em um momento de crise como a que nos apresenta neste momento, o sindicato vem disponibilizar sua estrutura física para que o Poder Executivo distrital tenha opções de espaços na luta contra a covid-19”. Assegura ainda que o sindicato pode e deve fazer parte da “corrente do bem” contra o novo coronavírus.

Com essa ação, o Sinpro-DF cumpre uma deliberação da Central Única dos Trabalhadores (CUT Brasil) que, na semana passada, orientou as entidades filiadas a cederem espaços físicos aos governos, na medida do possível e das condições estruturais, como locais de apoio no combate à pandemia. O Sinpro-DF é o primeiro sindicado do DF a seguir a recomendação da CUT . “Mas entendemos também que, para além disso, o sindicato desempenha papel importante perante a sociedade brasiliense e sempre esteve ao lado e nas lutas diárias e históricas da classe trabalhadora da capital federal”, resgata a diretoria.

Na avaliação das lideranças sindicais do Sinpro-DF, todos(as) são responsáveis pelo combate à covid-19 e pela garantia das boas condições para que a população sofra o mínimo possível. “Claro que cada um contribui nos limites de suas condições. Quando a gente fala que ficar em casa é a parte de cada um(a) na contribuição é porque, para a grande maioria, a colaboração eficaz é ficar em casa. Contudo, para outros, será um pouco mais. Entendemos que entidades, como o Sinpro-DF, podem cooperar mais e não ficar omissas neste momento tão difícil”, explicam.

Protagonismo no combate ao coronavírus
Desde o início do surto, o Sinpro-DF tem contribuído com o combate à pandemia ao levar, por meio do seus veículos de comunicação, todas as informações científicas, médicas e governamentais que orientam e buscam convencer as pessoas da necessidade de elas permanecerem em isolamento social. Também tem, insistentemente, divulgado textos, vídeos e imagens esclarecedoras sobre os cuidados para não propagar a doença e nem se contaminar.

Outra forma de contribuição do sindicato nessa luta contra a covid-19 é a socialização das campanhas de solidariedade em curso nas cidades, incluindo aí as que têm sido realizadas nas Regiões Administrativas do DF. Várias organizações e pessoas se compadeceram de quem não tem condições de se defender da pandemia e se colocaram à disposição, voluntariamente, para receber, organizar e distribuir doações.

O Sinpro-DF tem ajudado com várias dessas ações desde a divulgação até a própria doação, na medida das possibilidades e das limitações da entidade. A diretoria ressalta a importância de cada professor(a) e orientador(a) educacional nessas campanhas e pede a cada um e cada uma para se deixarem invadir pela empatia e engajarem nelas. “Se cada um e cada uma se imbuírem desse espírito de solidariedade e doarem alimentos, produtos de limpeza, vestuário, calçados entre outras coisas, conseguiremos amenizar o sofrimento de muitos”, assegura.

O sindicato tem reforçado, ainda, a divulgação das orientações para recebimento dos benefícios e auxílios financeiros que estão sendo distribuídos pelos governos federal e distrital. Em matérias divulgadas no site e nas redes sociais, o Sinpro-DF tem explicado cada procedimento para que as pessoas acessem os benefícios. “Temos solicitado a diretores e diretoras de escolas que façam chegar essas informações a cada pessoa da comunidade escolar, a cada pai e mãe de nossos estudantes”, finaliza a diretoria.

Skip to content