Rodoviária do Plano Piloto recebe Plip pela revogação da reforma trabalhista

Depois de passar pelo Setor Comercial Sul, a CUT Brasília montou nesta segunda-feira (2/10), na plataforma inferior da Rodoviária do Plano Piloto, um posto para coletar assinaturas ao Projeto de Lei de Iniciativa Popular (Plip) que pede a revogação da reforma trabalhista. A estrutura ficará no espaço até o fim dessa semana.
A intenção da CUT é de levar o Plip para os diversos espaços de grande circulação do Distrito Federal, com o objetivo de conscientizar a população sobre os malefícios irreparáveis da reforma, além de colaborar para a soma de 1,3 milhões de assinaturas necessárias para que o projeto começe a tramitar no Congresso.
A força-tarefa conta com a contribuição do Sindicato dos Rodoviários, que vem percorrendo todos os terminais rodoviários para divulgar o Plip.
“Hoje (3/10) estamos aqui na Rodoviária do Plano Piloto, mas já fizemos ação no terminal Sul do metrô, na assembleia dos rodoviários e ainda percorreremos, nos próximos dias, os terminais da Asa Norte, do Cruzeiro e todos os outros”, afirma o secretário de Comunicação da CUT Brasília, Marcos Junio, que é rodoviário.
A reforma da Previdência, formulada pelo presidente ilegítimo Michel Temer e aprovada por sua base aliada no Congresso Nacional, passa a valer no dia 11 de novembro. Pela reforma, mais de 100 artigos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) sofrem alteração e passam a prejudicar a classe trabalhadora.
Para saber mais sobre o Plip e como colaborar, acesse www.anulareforma.cut.org.br
>> Leia também
CUT Brasília faz força-tarefa para revogar reforma trabalhista
Fonte: CUT Brasília

Skip to content