Professores e orientadores que se aposentaram em junho recebem pecúnia da licença-prêmio

Cerca de 200 professores(as) e pedagogos(as)-orientadores(as) educacionais aposentados em junho de 2015 receberam a pecúnia da licença-prêmio na noite desta segunda-feira (14). O Governo do Distrito Federal tem dificultado o pagamento desta indenização, impedindo que os(as) professores(as) e orientadores(as) usufruam deste direito após trabalharem mais de 30 anos na Secretaria de Educação do DF. A Lei Complementar nº 840/2011 assegura que este benefício deve ser pago em até 60 dias após a aposentadoria, prazo que vem sendo descumprido sistematicamente pelo governo.
O pagamento das pecúnias das licenças-prêmio foi um dos pontos discutidos com o GDF para o encerramento da greve de 2015. Na época o governo se comprometeu em pagar estes profissionais, mas tem criado dificuldades para honrar com este compromisso feito com a categoria.
O fato de mais de 200 professores(as) e orientadores(as) educacionais terem recebido suas pecúnias é uma vitória, mas a categoria ainda tem como desafio lutar pelo pagamento dos profissionais que se aposentaram de julho a novembro de 2015, além dos que se aposentaram em 2016.
Na última reunião feita entre a Comissão de Negociação do Sinpro e o GDF para tratar deste assunto, o governo informou que em abril discutirá a situação de pagamento das demais pecúnias.

Skip to content