Pressão do Sinpro e da categoria é fundamental para aprovação do PL 1572

A direção do Sinpro participou da votação do Projeto de Lei 1572, que debate a prorrogação dos contratos temporários, sessão que aconteceu nessa terça-feira (01), na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF). Os(as) parlamentares aprovaram o projeto de lei que prorroga os contratos de professores(as) temporários(as) da rede pública de ensino em 1º turno e em 2º turno.

Devido à pressão do sindicato, o presidente da CLDF, deputado Rafael Prudente, solicitou a inversão da pauta, priorizando o PL. Além da presença da diretoria do Sinpro, a participação dos(as) professores(as) e orientadores(as) educacionais via internet, enviando banners para as redes sociais dos(as) parlamentares, foi fundamental para mais esta vitória da categoria.

Com a aprovação a Secretaria de Educação poderá prorrogar os contratos de aproximadamente 10 mil professores(as) temporários(as). A priori a prorrogação será de um ano letivo, mas em casos de emergência ou calamidade pública, uma renovação pelo mesmo período poderá ser feita.

 

MATÉRIA EM LIBRAS

Skip to content