Iprev em pauta

Nesta terça-feira (19), comemora-se a aproximação do Centenário de Nascimento de Paulo Freire. Nesta terça, se tivesse vivo, ele faria 96 anos. Para festejar a data, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) incluiu na agenda do movimento sindical docente a Jornada Latino Americana de Luta em Defesa da Educação Pública, Gratuita, Laica e Emancipadora e, juntamente com a CNTE, o Sinpro-DF adicionou a essa agenda a luta pelos direitos trabalhistas do magistério público.
No entendimento da diretoria colegiada do Sinpro-DF, rememorar Paulo Freire é incorporar, no dia a dia da luta, no sindicato, e no fazer pedagógico, no chão da escola, a defesa da educação pública, gratuita, laica e emancipadora, mostrando a todos que essa defesa passa, necessariamente, pela luta e garantia dos direitos trabalhistas da categoria.
Dentre as várias lutas em defesa dos direitos do magistério, destaca-se, na pauta do dia, a defesa da previdência pública dos servidores do Governo do Distrito Federal (GDF), ameaçada pelo Projeto de Lei Complementar (PLC) 122/2017, do governo Rollemberg (PSB), apresentado no fim de agosto com o propósito de efetivar uma reforma que irá desmontar a Previdência do funcionalismo distrital.
Rollemberg já usou os recursos do Instituto de Previdência Social dos Servidores do GDF (Iprev-DF) com o argumento de que não havia dinheiro em caixa para pagar salários e afirmando que o valor retirado iria resolver o problema, aumentou a arrecadação e continuou sem pagar os reajustes previstos em lei a professores/as e a todas as demais categorias de servidores/as públicos/as. Tem ameaçado a todos e todas de que irá parcelar salários caso não consiga pôr as mãos nos recursos financeiros do Iprev-DF.
A CLDF, por sua vez, continua discutindo um suposto substitutivo para o PLC 122/17 e chamou uma reunião com o movimento sindical para esta terça-feira, pela manhã. Todavia, após uma breve análise do documento, a diretoria colegiada do Sinpro-DF entendeu que o substitutivo continua colocando o Iprev em risco.
Diante desse ataque, no dia em que rememoramos Paulo Freire, conclamamos a todos os professores e professoras, orientadoras e orientadoras para que sigamos firmes na luta contra esse projeto.
Venha para a luta! Somente com sua presença na frente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), nesta terça-feira (19), poderemos barrar o atrevimento desse governo neoliberal, que não usa o dinheiro público em prol da cidade!
Ato público a partir das 14h, em frente à CLDF, contra o PLC 122/17.
SINPRO-DF

Skip to content