Luta das mulheres é tema de projeto da CRE de Planaltina

O fruto de vários meses de pesquisa começou a ser apresentado nesta segunda-feira (16), no CRE de Planaltina. Com o objetivo de conhecer a história de mulheres que se destacaram no mundo e um pouco mais sobre o feminicídio, estudantes da Sala de Altas Habilidades estão promovendo uma semana de reflexão com o título Mulheres na luta pela vida e pelo respeito. O projeto acontece de 16 a 19 de setembro, no CEP/Escola Técnica de Planaltina.

Durante toda a semana professores(as), estudantes e a comunidade escolar terão acesso a debates, palestras, exposições, verão o filme Mulher, em teu silêncio o grito de tantas e participarão de outras atividades com a temática feminina. Segundo a coordenadora de Altas Habilidades do CRE, Francineia Soares, abordar o tema feminicídio é uma forma de prevenir outros casos de violência contra a mulher.

“Desde o início do ano os estudantes estão fazendo um trabalho de pesquisa a respeito das mulheres e do feminicídio. O objetivo deste projeto é criar uma nova cultura, onde homens e mulheres sejam respeitados e tenham direitos iguais”, ressalta Francineia, explicando que além dos debates, estudantes fazem apresentações artísticas, sempre com a temática feminina.

A palestra desta segunda ficou sob a responsabilidade da professora doutora Olgamir Amancia, que falou sobre a Lei Maria da Penha e os avanços para as mulheres brasileiras. “São temas que nos ajudam a compreender a situação que vivemos e, principalmente, a lutar por mudanças”, analisa Olgamir.

Para o diretor do CRE de Planaltina, Paulo Cézar, valorizar a mulher deveria ser algo intrínseco, “mas infelizmente vivemos em um mundo onde muitas vezes não há respeito às mulheres”. “Um projeto como este é fundamental para que possamos construir políticas e programas de valorização à mulher. Educação é um importante meio de prevenção ao combate e à violência”, finaliza a diretora do Sinpro Consuelita Oliveira.

Skip to content