Justiça libera votação do PL do Espanto

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) liberou a votação do PL do Espanto, projeto que altera as regras previdenciárias do funcionalismo público distrital e leva o Iprev a um prejuízo tão grande que poderá acabar com a aposentadoria dos professores. O PLC 122/17 havia sido suspenso por meio de mandado de segurança pedido pelos deputados distritais Ricardo Vale e Wasny de Roure, ambos do PT.
O mandado de segurança que mantinha suspensa a votação da reforma previdenciária foi derrubado durante a tarde desta terça-feira (19) por decisão do desembargador do TJDFT, Waldir Leôncio. Vários(as) professores(as), orientadores(as) educacionais e diretores do Sinpro que participam do Ato Público na Câmara Legislativa do DF acompanham os próximos passos na galeria da CLDF. Até o momento não é possível informar se o PL do Espanto será votado hoje.

Skip to content