GDF fecha unidade de Homologação de Atestados Médicos da 711 Norte

O Governo do Distrito Federal (GDF) fecha mais um posto de atendimento às áreas de saúde ocupacional e perícia médica dos(as) servidores(as) da Secretaria de Estado da Educação (SEEDF), antiga Cosaúde. No dia 28 de fevereiro, ele fecha a unidade de Homologação de Atestados Médicos, localizada na 711 Norte, e transfere todo o atendimento para a Subsecretaria de Segurança e Saúde no Trabalho (Subsaúde), da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag).
A Subsaúde – novo local de atendimento – está situada no Edifício Parque Cidade Corporate, no Setor Comercial Sul (SCS) – Quadra 09 – Torre A – 1º Subsolo. De acordo com informações do GDF, o horário de atendimento para homologação de atestados será das 13h às 22h (com chegada até 20h30); e, de manhã (de 7h às 13h), serão realizadas as juntas médicas com horários marcados.
A diretoria colegiada do Sinpro-DF não concorda com mais essa centralização da perícia médica no Plano Piloto, uma vez que a geografia do Distrito Federal irá impor aos(às) professores(as) que vivem nos extremos, como Planaltina, Gama, Taguatinga, e outras regiões administrativas, terão de percorrer ainda mais distâncias para poder ser atendido(a). A centralização é ruim porque o (a) trabalhador (a) terá de se deslocar para o Plano Piloto para ser atendido(a).
No entendimento da diretoria, o GDF deve fazer exatamente o contrário: deve promover a descentralização do serviço de perícia médica e unificar os procedimentos dela. Por causa disso, a diretoria irá continuar cobrando a descentralização da perícia médica e a criação de novas unidades em outras regiões administrativas.
Esse é um ponto que já está na Pauta de Reivindicações. A categoria pleiteia não só a permanência da unidade de Taguatinga, mas também a instalação de outras unidades nas Coordenações Regionais de Ensino para atender melhor aos(às) professores(as).

Skip to content