Escolas públicas terão recurso para compra de acervo bibliográfico na Feira do Livro

Foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal dessa terça-feira (4) um recurso de R$ 1 milhão em despesas de custeio no âmbito do Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (PDAF) para que as escolas públicas do DF possam adquirir acervo bibliográfico na Feira do Livro de Brasília. O Sinpro incentiva as escolas a adquirirem obras escritas por autores do DF como forma de incentivo à literatura local.

A 35ª Feira do Livro acontecerá entre 6 e 16 de junho, na praça entre o Museu Nacional da República e a Biblioteca Nacional. No total, serão 27.500 m² divididos entre espaços de encontros entre público e convidados, praça de alimentação e um total de 100 estandes com 20 m² para cada um. Realizada pelo Instituto Latino-americano e pela Câmara do Livro do Distrito Federal, a feira traz como tema a importância das bibliotecas e da leitura em momentos de crise.

Na programação estão alguns dos autores mais importantes da literatura brasileira. Oficinas de poesia, café literário, aulas em forma de espetáculos e shows de Arnaldo Antunes e Francis Hime fazem parte da programação, que vai discutir temas contemporâneos como a literatura nas redes sociais e os blogs literários, e temas tradicionais, como o papel da crítica. Autores de todos os gêneros literários e de diferentes gerações integram a programação.

Entre os escritores presentes na Feira, vários brasilienses mostrarão suas obras ao público.

Skip to content