Audiência pública na CLDF discute as demandas da Educação Especial no DF

DSC_1429
Na manhã desta segunda-feira (29), o auditório da Câmara Legislativa do DF ficou lotado durante na audiência pública que discutiu as demandas da Educação Especial no DF. Alunos(as), professores(as), pedagogos(as)-orientadores(as) educacionais compareceram em peso para acompanhar o debate, que foi proposto pelos deputados distritais Wasny de Roure (PT) e Joe Valle (PDT).
Além deles, fizeram parte da mesa Luciana Custódio de Castro (diretora do Sinpro), Júlio Gregório (secretário de Educação do GDF), representantes do Ministério Público, educadores(as) e outros deputados, como Reginaldo Veras (PDT) e Júlio Cesar (PRB).
Durante o debate, que só terminou no início da tarde, foram apresentadas as dificuldades que os(as) educadores enfrentam nos Centros de Educação Especial, houve a cobrança de melhorias nas escolas, tanto na infraestrutura, como no suporte pedagógico para que os(as) professores(as) possam trabalhar plenamente. Muitos diretores reclamaram da falta de recursos financeiros. O ensino de libras, nas escolas bilíngues, também foi discutido. O secretário Júlio Gregório se limitou a afirmar que “não pode fazer promessas que não pode cumprir” e que mantém o compromisso de melhorar a Educação no GDF, sem especificar o que pode ser feito a curto prazo.
Foto: Deva Garcia / Sinpro

Skip to content