Por administrador em 18/set/2013

Popular entre crianças, Minecraft é usado como ferramenta pedagógica nas escolas



Enquanto alguns pais ainda temem pelo uso de games pelos filhos. Uma série de pesquisas veem desmonstrando que eles podem, sim, ajudar no aprendizado das crianças. Febre entre os mais jovens, o Minecraft – ou o Lego digital – é um dos mais populares jogos do momento. Utilizado de forma compulsiva por muitas crianças, várias escolas ao redor do globo estão vendo nele uma possibilidade real de trabalhar uma série de competências que se alinham à propostas curriculares das instituições.

Nesse game de gráficos simples e jogabilidade intuitiva, o jogador tem a chance de explorar o mundo completamente feito de blocos. No game, o usuário cria a própria aventura, quebrando, criando e construindo estruturas para se proteger contra monstros ou zumbies. Também é possível, com os blocos, construir réplicas de importantes monumentos, como a Torre Eiffel, por exemplo.

Todas essas possibilidades fizeram com que uma escola em Estolcomo trabalhasse com o game com estudantes do ensino fundamental. “[Com o jogo] eles aprendem sobre planejamento urbano, questões ambientais e até como planejar o futuro”,  afirmou ao Times, a professora Monica Ekman. A possibilidade de explorar o game com outros jogadores de forma on-line é outra vantagem destacada por uma professora dinamarquesa. Segundo ela, enquanto os alunos se divertem em grupo, é possível praticar o inglês durante o jogo.

Lançado no final de 2011, o Minecraft está disponível em smartphones, computadores e pelo console Xbox. Existe uma versão demo gratuita e uma paga. Para jogá-lo, no entanto, é preciso fazer um cadastro prévio.

Com informações do The New York Times

Imprimir