Por administrador em 18/dez/2008

Meta para 2009 é ter um orientador em cada escola



O orientador educacional age como a primeira linha de defesa da escola. Seu trabalho é identificar, prevenir e solucionar conflitos antes que eles possam se agravar, agindo como um facilitador do processo educacional e o elo que integra a comunidade escolar. Por isso o Sinpro vem lutando para ampliar a presença desse profissional nas escolas. A conquista mais recente foi a nomeação de 248 novos orientadores no mês de dezembro. Somados aos 469 que já estavam ativos, em 2009 o DF poderá ter um orientador em cada escola da rede pública, um importante passo para a melhoria da qualidade de educação no DF. Ainda não é o suficiente – ter apenas um orientador em escolas com mais de mil alunos não é a situação ideal – mas é uma conquista fundamental.

Em 2007, o Sinpro organizou várias reuniões com o secretário de Educação, alertando para a importância da contratação dos orientadores que haviam sido aprovados no concurso e 2004 e ainda não haviam sido convocados. Ainda em 2007, o Sinpro garantiu no Plano de Carreira que a Secretaria teria em seus quadros 1200 orientadores educacionais, o suficiente para atingir a recomendação de um orientador para cada 300 alunos. Em 2008, conquistamos um grande número de novas contratações. E em 2009, atingiremos a marca histórica de um orientador para cada escola, continuando a luta para atingir o número estipulado no Plano de Carreira, de um orientador para cada 300 alunos. (por Pedro Simões)

Imprimir