Por administrador em 24/jun/2010

Escola de Planaltina dá exemplo de trabalho coletivo



Na manhã desta quinta-feira, 24, a Escola Classe 14 de Planaltina fez uma bela festa junina com a temática da Copa do Mundo. Foi a culminância de um dos projetos desenvolvidos pelo corpo docente, iniciativas que mudaram a realidade da escola de um ano para cá. Com o apoio da direção e da coordenação pedagógica, conseguiram reverter o quadro de violência juvenil que assustava alunos, professores e funcionários e hoje a escola é um exemplo da convivência pacífica e de solidariedade.
André Luis, diretor da escola, destaca o trabalho em equipe como o principal motivo do sucesso. “O trabalho da coordenação pedagógica foi fundamental na mobilização e organização dos projetos e garantiu o envolvimento de todos”, afirma ele. Todas as quartas-feiras os professores e a coordenação se reúnem para definir os conteúdos a serem trabalhados. Foi realizada uma semana de educação na escola e realizadas palestras com o conselho tutelar, sobre os perigos das drogas, sobre a necessidade de preservação ambiental, entre outros temas.
A escola, que atende a 700 alunos de educação infantil e primeira a quarta série da educação fundamental, mostrou sua boa fase, fazendo uma bela festa junina temática. A professora Leda de Lourdes Benevides ressalta que desde o início do mês os alunos “não falam em outra coisa” a não ser a copa e daí surgiu a ideia de trabalhar esse conteúdo e fazer a culminância do projeto numa festa junina. Foram formadas quatro equipes que trabalharam vários conteúdos que dizem respeito à Copa. Todos se engajaram em pesquisas sobre as origens dos jogos. Um dos painéis feitos pelos alunos, por exemplo, mostrava que as camisas usadas pelo Brasil desde o início da disputa, em 1914. Outro trabalhou a criação de uma mascote própria da escola para a Copa.
E o projeto vai continuar. Segundo a professora Leda, serão trabalhadas agora a cultura afro, aproveitando o país sede, africano, como mote para mostrar a influência da África na formação do povo brasileiro.

Imprimir