Por administrador em 01/dez/2011

CNTE e Sinpro engajados na luta contra a Aids



Por iniciativa do Sinpro, com o apoio da CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação), quase mil alunos  de todo o DF participam hoje do encerramento das atividades 2011 do Programa de prevenção e saúde nas escolas. As aulas estão acontecendo na Praça Zumbi dos Palmares, no Conic. À noite, entre as 19h30 e as 22h30, haverá aula no auditório da Imprensa Nacional. A organização é da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, convidada pela Internacional da Educação da América Latina para coordenar os trabalhos no Brasil.

Além disso, durante todo o dia o Sinpro Cidadão foi distribuído na rodoviária e adjacências. O Informativo é dirigido aos jovens e foi elaborado especialmente para marcar o Dia Mundial de Combate à Aids, que é comemorado hoje.
O Dia Mundial de Combate à Aids será comemorado no Distrito Federal em vários eventos. Pela manhã, a Rodoviária do Plano Piloto recebeu estudantes de escolas públicas envolvidos no Programa de Redução de Danos e no Projeto Quero Fazer, voltado ao aconselhamento e à testagem de HIV para homossexuais, travestis e homens que fazem sexo com homens. Material educativo e preservativos serão distribuídos e a população poderá fazer o teste rápido anti-HIV.

No Parque da Cidade, a partir das 19h, o Bar Barulho, conhecido ponto de encontro de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros (LGBTs), recebe uma blitz do Quero Fazer, projeto liderado pela ONG Espaço de Prevenção e Atenção Humanizada (EPAH) em parceria com a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), o Departamento de DST/Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, a Gerência de HIV/Aids do DF, a Universidade de Brasília e o Hospital Universitário de Brasília, além de outras ONGs.

Imprimir