Por administrador em 21/jul/2010

Agnelo recebe propostas de trabalhadores



Centenas de sindicalistas e militantes marcaram presença no auditório da CUT-DF na última terça-feira, 20, durante a entrega da Plataforma da Classe Trabalhadora ao candidato ao Governo do DF, Agnelo Queiroz (PT). Conjunto de propostas defendidas pelos trabalhadores organizados em seus sindicatos, o documento estabelece eixos específicos para um governo efetivamente democrático no DF: o combate efetivo à corrupção em todas as instâncias dos três Poderes; a valorização do serviço e do servidor público; cuidado com a questão ambiental e ocupação do solo.

Na mesa, além de Agnelo, estiveram presentes Tadeu Filippelli (PMDB), Rodrigo Rollemberg (PSB) e Cristovam Buarque (PDT), que compõe a chapa coligada com o PT para concorrer às próximas eleições. “Vamos construir esse novo caminho. A capital tem que estar à frente do tempo e deve ser exemplo de civilidade. Temos o compromisso de reconquistar a confiança do povo brasileiro e retomar a sua autoestima”, discursou Agnelo se referindo à coligação nomeada como Um Novo Caminho.

Os que fizeram uso da palavra durante a cerimônia concordaram que o DF precisa de reestruturação total, principalmente na Saúde, Educação e Segurança, questões essenciais para o cidadão. “Este documento significa em particular, a iniciativa de retomar a cidade para os interesses da população brasileira”, afirmou o presidente da CUT-DF, José Eudes.

A Plataforma da Classe Trabalhadora do DF segue os mesmos moldes da Plataforma a nível nacional. São três as diretrizes: valorização do trabalho; igualdade, distribuição de renda e inclusão social; e Estado Democrático com caráter público e participação ativa da sociedade.

Os componentes da coligação Um Novo Caminho se comprometeram a cumprir o proposto pelos trabalhadores do DF. Para eles, é necessário se construir um DF diferente, mais justo.

fonte:
Vanessa Galassi, da CUT-DF, e Isabela Melo

Imprimir