Sinpro entrará com ação cobrando correção da pecúnia de quem aposentou antes de 2017

O Sinpro informa aos(às) professores(as) e orientadores(as) educacionais que ingressou na Justiça para cobrar do Governo do Distrito Federal o pagamento da correção monetária da Licença Prêmio daqueles(as) que receberam o pagamento da parcela com atraso. Por determinação legal, as licenças prêmio não utilizadas na ativa devem ser pagas no momento da aposentadoria do(a) servidor(a) em pecúnia, mas, infelizmente, desde 2015 o GDF tem realizado o pagamento fora do prazo e quando finalmente efetiva o pagamento, o faz sem a devida correção.
A situação tem gerado prejuízo aos(às) professores(as) e orientadores(as), que precisam ingressar em juízo para receber o pagamento dos valores devidos. Diante disso o Sinpro informa a todos(as) que ainda não tenham entregue a documentação para a cobrança da correção que entrem em contato com a assessoria jurídica do sindicato para o ajuizamento das ações.
Em razão do isolamento social o atendimento tem sido realizado por telefone, videoconferência e WhatsApp em horário agendado por meio dos telefones 98251-0407 e 98275-2679.

Aposentados a partir de 2017
Para aqueles(as) que se aposentaram a partir de 2017 e que estão recebendo o pagamento da licença prêmio de forma parcelada, a orientação do sindicato é para aguardar o pagamento de todas as parcelas antes de ingressar em juízo.

Skip to content