Placa Bacteriana x Tártaro: evite com o passo-a-passo

Placa bacteriana e tártaro não são a mesma coisa, mas ambos podem ser evitados com uma rotina de hábitos saudáveis.

A placa bacteriana se forma a partir de uma película, onde se aderem bactérias e restos de alimentos que ficam por muito tempo nos dentes. Os açúcares e carboidratos produzem  ácidos que podem atacar a superfície dentária.  Essa condição aparece  pela falta de escovação adequada e uso do fio dental principalmente, não eliminando os restos de alimentos que ficam entre os dentes. Com o acúmulo da placa bacteriana, podem surgir infecções na gengiva,  assim como no tecido periodontal e no osso que suporta os dentes.

Já o tártaro é a evolução da placa bacteriana que endurece na superfície dentária , também sendo possível se formar abaixo da gengiva. Além de prejudicar a saúde dos dentes, o tártaro é responsável por formar uma película porosa e amarelada entre os dentes e gengivas, sendo de fácil visualização.

A escovação e uso correto do fio dental evita que esses problemas se formem nos dentes, mas quando já tem sinal de placa ou tártaro, somente o dentista poderá fazer a remoção ou limpeza (também conhecida como raspagem).

 

Para prevenir essas condições dentais, siga o passo-a-passo:

  1. Escovar os dentes pelo menos três vezes ao dia durante 2 minutos para remover completamente a placa de todas as superfícies de seus dentes;
  2. Use o fio dental diariamente para remover a placa bacteriana entre os dentes, onde a sua escova pode não alcançar;
  3. Limite a ingestão de alimentos açucarados ou ricos em amido, especialmente os pegajosos;
  4. Marque consultas regulares ao dentista para limpezas profissionais e exames bucais todo ano.
  5. Para reduzir a placa bacteriana e o tártaro é necessária uma escovação adequada e uso do fio dental. Uma vez que o tártaro é formado, apenas o seu dentista pode removê-lo com uma limpeza profissional.
Skip to content