Parlamentares manifestam compromisso com a pauta da categoria

Escola sem Partido, Orçamento do Distrito Federal, investimentos públicos nas áreas sociais, violência contra a mulher e a questão de gênero foram os principais temas, dentre outros, abordados pelos sindicalistas e parlamentares que participaram do Café da Manhã com Parlamentares – um evento realizado pelo sindicato nessa terça-feira (27).
A iniciativa aconteceu no Espaço Isabel Portuguez, no Sinpro do SIG, para apresentação da diretoria aos atuais e aos políticos eleitos para a próxima legislatura na Câmara Legislativa do DF e no Congresso Nacional. Os parlamentares colocaram seus gabinetes à disposição e manifestaram apoio à luta do sindicato pela educação pública e contra a Lei da Mordaça.
Na abertura, as diretoras Rosilene Corrêa e Vilmara Pereira apresentaram a luta do sindicato pela democracia, pelos direitos sociais, trabalhistas e, sobretudo, pela escola pública, mostrando a importância da parceria com o Parlamento para a construção da educação pública, laica, gratuita, de qualidade socialmente referenciada, com liberdade de cátedra para o(a) professor(a) atuar em prol de uma sociedade emancipada e de paz.
Ressaltaram os desafios que serão enfrentados em virtude das pautas já postas, tais como Escola sem Partido, reforma da Previdência etc., e as que, eventualmente, surgirão com a perspectiva de retirada de mais direitos do ponto de vista do governo federal. Do ponto de vista local, as diretoras salientaram a necessidade de se avançar em vários pontos da Pauta de Reivindicações da categoria que ficaram represados no governo anterior. Rosilene destacou, entre outras coisas, a importância de se estabelecer um diálogo permanente com o Parlamento.
Estiveram presentes a senadora Leila do Volei (PSB); as deputadas federais Érica Kokay (PT), Flávia Arruda (PR) e Paula Belmonte (PPS); os distritais Chico Vigilante (PT), Reginaldo Veras (PDT), Arlete Sampaio (PT), Fábio Félix (PSOL), Leandro Grass (Rede), Reginaldo Sardinha (Avante). A deputada Celina Leão (PP) justificou a ausência e os deputados distritais Júlia Lucy (Novo) e José Gomes (PSB) enviaram representantes. Também compareceram Rodrigo Rodrigues, secretário Geral da CUT Brasília, e Acelino Ribeiro, secretário Nacional de Movimentos Populares do PSB.

Skip to content