Congresso lança Frente Parlamentar Mista em Defesa da Petrobras

Mais de 190 parlamentares de diversos partidos compõem a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Petrobras, que será lançada na quarta-feira (29). A atividade será às 15h, no Salão Nobre da Câmara dos Deputados.

Presidida pelo deputado Nelson Pelegrino (PT-BA), a Frente tem o objetivo impedir a privatização da estatal, decisiva para o crescimento econômico do Brasil. Desde o golpe de 2016, a Petrobras se tornou alvo de sérios ataques, que vêm se aprofundando com o governo Bolsonaro. O objetivo é desgastar a empresa e entregá-la a preço de banana para o capital estrangeiro.

“Muitos vêm à tribuna falar de Lava Jato, mas se calam diante desse saque organizado contra o patrimônio público estatal brasileiro, que são as privatizações. É um entreguismo deslavado, esse crime de lesa-pátria. O governo Bolsonaro segue à risca a agenda do governo Michel Temer, que entrega de forma criminosa o patrimônio público brasileiro, fragilizando o nosso Estado”, afirma o presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Petrobrás, Nelson Pelegrino.

Além de prejudicar a economia do Brasil, a venda da Petrobras também atinge outros setores. Isso porque sem o fundo do pré-sal, Educação e Saúde, por exemplo, deixam de receber milhões.

“Não vamos nos esquecer que por trás da Lava Jato estão interesses geopolíticos históricos dos Estados Unidos não só no Brasil, pela sua riqueza natural, como em toda a América Latina. Não podemos permitir que a nossa Petrobras vá para as mãos do capital estrangeiro. O petróleo é nosso e deve ser usado para o povo”, avalia o secretário-geral da CUT Brasília, Rodrigo Rodrigues. O sindicalista ainda convoca os sindicatos filiados à CUT e a classe trabalhadora em geral a participar do lançamento da Frente. “É importante que possamos fortalecer espaços como esse e mostrar para a sociedade a importância da Petrobras para o Brasil”, avalia.

Fonte: CUT Brasília

Skip to content