Por administrador em 15/jul/2014

Vigília em defesa do povo Palestino acontece nesta quarta (16) diante do Palácio



Em solidariedade ao povo Palestino e pelo fim das agressões sionistas de Israel, entidades sociais e sindicais realizam nesta quarta-feira (16), a partir das 18h, uma vigília na praça dos Três Poderes. O movimento social acenderá velas no local, onde se encerra a agenda dos encontros dos governantes do Brics, para chamar a atenção internacional para o massacre que se verifica na região de Gaza.

A CUT Brasília, representada pelo secretário de Políticas Sociais, Ismael César, e outros representantes de movimentos sociais fizeram uma primeira manifestação na Organização das Nações Unidas – ONU, nesta segunda (14), em Brasília, entregando carta afirmando que ofensiva de Israel contra o povo Palestino ganhou proporções intoleráveis.

Foram registrados mais de 170 palestinos assassinados, incluindo crianças, e centenas de feridos em uma série de ataques militares israelenses que já podem ser considerados os mais violentos desde 2012. A carta lembra que Israel sabotou todas as tentativas de paz aceitas pelos palestinos, ao dar continuidade à sua política expansionista nos territórios ocupados na zona de Gaza.

“Precisamos que setores comprometidos com a paz e a solidariedade internacional se movimentem para denunciar os bombardeios de cidades palestinas, especialmente em Gaza, as prisões e assassinatos de seus jovens, a demolição de suas casas e o total descompromisso de Israel com a construção da paz na região”, afirma o manifesto entregue à representação da ONU.

As entidades brasileiras que apoiam a causa Palestina, suas organizações e seu clamor pelo fim das agressões de Israel, pedem à ONU, que declarou o ano de 2014 como o Ano Internacional de Solidariedade ao Povo Palestino, que honre seu compromisso com as causas dos direitos humanos e a paz mundial.

Imprimir