Por administrador em 07/maio/2014

Último censo escolar aponta que só 35% das escolas brasileiras possuem bibliotecas



Sancionada em 2009, a lei  que prevê a obrigatoriedade de um acervo com pelo menos um livro por aluno em cada instituição de ensino do país não saiu do papel.

Um levantamento do protal QEdu com dados do censo escolar de 2013 revela que somente 35% das escolas brasileiras possuem bibliotecas.

O portal analisou dados mais recentes sobre infraestrutura e matrículas de nas escolas públicas e privadas do Brasil.

Na comparação com outros estados do Brasil, a rede particular de São Paulo é a que tem o menor número de escolas equipadas com bibliotecas 39% (em 2011, eram 38%). São Paulo também tem o menor porcentual de escolas com bibliotecas, apenas 13% (em 2011, eram 11%).

A análise apontou que estes percentuais são baixos devido à inexistência da figura do bibliotecário.   Por outro lado, as escolas particulares de Acre e Amapá são as mais bem equipadas, com 93% e 89% de instituições com biblioteca, respectivamente.

No Acre, porém, apenas 7% das escolas municipais têm bibliotecas. Este índice baixo faz com que bibliotecas na soma total das escolas (públicas e particulares) registre apenas 18%. Enquanto no Amapá a soma total deste tipo de infraestrutura chega a 38%.

Censo escolar

O Censo Escolar é um levantamento de estatísticas educacionais de âmbito nacional realizado todos os anos e coordenado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), ligado ao MEC (Ministério da Educação).

Esta análise é utilizada para auxiliar no diagnóstico, planejamento e na elaboração das políticas públicas educacionais do País . Todos os níveis de ensino são analisados, ensino infantil, ensino fundamental, ensino médio e EJA (Ensino de Jovens e Adultos).

(Do R7)

Imprimir