Por administrador em 18/out/2013

Sinpro apoia greve dos professores no Pará



O Sinpro-DF ressalta o seu apoio à greve dos trabalhadores em educação do Estado do Pará, que ocorre desde 23 de setembro.

Na última quinta-feira (17), o comando da greve se reuniu na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp) em uma nova tentativa de mostrar à sociedade os motivos que levaram os educadores a deflagrarem greve.

A caminhada saiu do Mercado de São Brás e seguiu pela CAN, CIG, TV Liberal e Pça da República. As principais reivindicações foram a reforma nas escolas e a contratação de mais professores.

Os educadores receberam ainda o apoio do Movimento dos Sem Terra (MST) e do grupo que luta contra o leilão dos poços de petróleo.

Não foi apenas a capital paraense que tomou as ruas. Em Tailândia a concentração foi em frente a EE. São Francisco de Assis. Na pauta da cidade as mesmas mazelas enfrentadas em todo o estado, falta de infra estrutura nos prédios escolares, turmas superlotados, espaços inadequados e muitas vezes inexistentes.

Durante a passeata integrantes do MST entraram em conflito com a Polícia Militar. Pedras foram arremessadas para dentro do prédio do Centro Integrado de Governo. Em resposta, a Rotam dispersou com gás de pimenta os manifestantes envolvidos. Entretanto, o gás chegou a atingir os demais manifestantes que estavam por perto no momento.

Imprimir