Por administrador em 24/nov/2014

Sinpro cobra imediato pagamento dos professores aposentados na CLDF



aposentados-cldf2A Comissão de Negociação do Sinpro teve duas reuniões nesta sexta-feira (20), com o presidente da Câmara Legislativa do DF, deputado Wasny de Roure (PT).

Na parte da manhã, os diretores do Sinpro expuseram para Wasny e para a deputada Arlete Sampaio (PT), da necessidade de se resolver o quanto antes a questão dos acertos financeiros dos(as) professores(as), que se aposentaram em setembro e outubro e que ainda não foram realizados. Os representantes do Sindicato endossaram que os(as) professores(as) precisam receber o que é devido antes do encerramento do exercício fiscal de 2014. O deputado Wasny afirmou que está acompanhando toda essa questão orçamentária. Ele disse que marcará, junto com a deputada Arlete, uma reunião com a equipe que executa o orçamento do GDF para priorizar este acerto financeiro.

Na parte da tarde, o deputado Wasny recebeu 13 professores(as) aposentados(as) que estão sem acerto financeiro e também a Comissão de Negociação do Sinpro. O deputado disse que irá marcar uma reunião com o Secretário de Educação (Marcelo Aguiar), o Secretário de Planejamento e Orçamento (Paulo de Oliveira) e o Secretário de Fazenda (Adonias Santiago), para discutir esta questão. Também estarão presentes três diretores do Sinpro e três representantes dos(as) professores(as) aposentados(as). O encontro está previsto para a manhã de terça-feira (25).

O Sinpro acompanha o caso de perto. Já realizou dois atos públicos (o último deles na terça-feira, dia 18) e exige o imediato acerto financeiro com estes(as) professores(as) que já trabalharam 25 e 30 anos e não puderam usufruir da licença prêmio quando estavam em exercício. De acordo com o artigo 42 da Lei Complementar 840, eles(as) fazem jus em receber o pagamento em pecúnia. O Sinpro exige que a lei seja cumprida.

O Sindicato estabeleceu para esta sexta-feira (21) o prazo para que o GDF se posicione e divulgue a data em que fará o acerto para os(as) professores(as). O Sinpro não admite uma data que seja posterior ao 5° dia útil do mês de dezembro.

PDE

Também foi cobrado do deputado Wasny a urgência na apreciação do Plano Distrital de Educação (PDE), que foi construído com toda a sociedade. O atraso do envio do plano, pelo Secretário de Educação Marcelo Aguiar, é preocupante. O deputado afirmou que cai cobrar do Secretário para que o PDE ainda seja apreciado nesta magistratura.

Imprimir