Por administrador em 18/fev/2013

Sinpro reafirma sua posição sobre ciclos e semestralidade



O Sinpro reafirma sua posição contrária à implantação imediata dos ciclos e semestralidade nas escolas públicas. Ao contrário do que tem sido divulgado em alguns meios de comunicação, continuamos a defender o debate democrático pela comunidade escolar e a preparação da estrutura humana e material das unidades escolares antes de sua concretização.  Esse é o princípio que norteia a gestão democrática, que é muito mais do que eleger as direções escolares.

Foi por isso inclusive, que o Sinpro solicitou a revalidação da adesão e muitas escolas estão desistindo da implantação neste momento. Mesmo considerando que foi um avanço a decisão da Secretaria de Educação de só implantar nas escolas que aderirem, é preciso salientar que o Sindicato mantém a ação na Justiça de questionamento da implantação imediata. Essa foi uma deliberação da categoria em assembleia geral.

Nos últimos dias tem circulado informações de que o governador Agnelo Queiroz pode definir pelo adiamento da implantação dos sistemas de ciclos e semestralidade. Acreditamos que essa é a medida mais sensata a ser adotada, pois a proposta em si é positiva e representa um avanço para o sistema como um todo, mas, como salientam especialistas em Educação da UnB, para que o novo sistema educacional funcione a contento, o espaço pedagógico tem que ser alterado e a comunidade escolar precisa conhecer e participar mais de todo o processo.

Imprimir