Por administrador em 21/out/2011

Sinpro participa em SP da “Reunião de Mulheres Trabalhadoras”



A Reunião da Rede de Mulheres Trabalhadoras é um evento anual que promove o debate sobre a participação da mulher nos espaços de poder e mercado de trabalho. Este ano, a reunião foi realizada em São Paulo nos dias 19 e 20. Ontem, no último dia do evento que participaram a CNTE , a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimento de Ensino (CONTEE) e o Fórum de Professores das Instituições Federais de Ensino Superior (PROIFES). Todas afiliadas à Internacional da Educação, entidade que promove a rede de mulheres trabalhadoras. O Sinpro-DF foi representado  na oportunidade pela diretora Neliane  Cunha que participou ativamente dos debates.
“A rede de mulheres trabalhadoras em educação já existe faz algum tempo. Ela tem uma prática de fazer reunião sub-regional”, explicou a professora Fátima Silva, secretária de relações internacionais da CNTE e vice-presidente da Internacional da Educação para a América Latina. Esta é a primeira reunião com as três entidades afiliadas à IE. Após este encontro, haverá a reunião da América Latina que acontecerá em dezembro na cidade de Bogotá. A pauta debatida nestes dois dias procurou elaborar uma linha de ação entre as participantes para trabalhar a política de gênero nos sindicatos, escolas e universidades, como afirmou a professora Fátima. “É uma pauta que tenta trabalhar a política de gênero na perspectiva da pedagogia e também de mais igualdade na vida no movimento sindical e como prática pedagógica”.  Durante a reunião também foram levantadas questões sobre como é feito o processo de inclusão de gênero nas pautas de discussões dos sindicatos. “Nós fizemos um debate levantando o foco da participação das mulheres nos nossos sindicatos, nos espaços de visão de poder de cargo e também a influência da agenda sindical. O que tem na pauta de gênero? Nossas pautas de negociação incluem cláusulas de gênero?” indagou Fátima. A 3ª Conferência Nacional de Mulheres também foi pauta de discussão da reunião. O evento acontece em São Paulo no mês de dezembro e tem vasta participação das trabalhadoras em educação.

 

Imprimir