Por administrador em 24/out/2011

Sinpro participa da 3ª Parada do Orgulho LGBT e Feira da Diversidade do Paranoá



O Sindicato dos Professores no Distrito Federal participou, neste último domingo, dia 23 de outubro, da 3ª Parada Orgulho LGBT do Paranoá-DF. O evento contou com um público de, aproximadamente, cinco mil pessoas, sob a responsabilidade e organização do Grupo Elos – Grupo LGBT do Distrito Federal. A caminhada iniciou-se às 17h30, pela avenida central do Paranoá, acompanhada atentamente pela comunidade, que aplaudia, dançava e cantava, interagindo com o trio elétrico e seus acompanhantes.

O Sinpro se fez representar pela diretora da Secretaria de Raça e Sexualidade, Maria de Fátima Nunes da Silva (Fatinha), que defendeu os direitos humanos da comunidade LGBT e referendou o apoio da entidade à luta por uma sociedade democrática: “O Sinpro-DF é contrário a qualquer forma de discriminação e homofobias. Devemos combater o preconceito e discriminação no ambiente escolar e lutar pela aprovação do PLC 122, que criminaliza a homofobia”, afirmou ela.

As atividades aconteceram desde as 10h, no estacionamento da Administração do Paranoá, com a realização da Feira da Diversidade, onde foram disponibilizados os serviços voluntários de corte de cabelos e maquiagem na Tenda da Beleza. Na Tenda da Saúde, havia a distribuição de material informativo sobre DST/AIDS, preservativos femininos e masculinos e aferimento de pressão arterial, por meio do projeto “Quero Fazer”. Os artesãos locais também se fizeram presentes na Feira da Diversidade, expondo seus trabalhos. Houve uma preocupação especial com as crianças, que puderam brincar à vontade nos brinquedos instalados no local. As apresentações artísticas ficaram a cargo das bandas musicais Cálida Essência, Matrix, Requebrart, Grupo Sumidade, Bateria Show e vários DJ’s.

A deputada federal Érika Kokay falou em defesa de uma sociedade igualitária para todos e todas. “Não queremos nem mais, nem menos, para a comunidade LGBT. Queremos direitos iguais para todos e todas”. A deputada distrital Rejane Pitanga foi representada por sua assessora, Maria Izabel (Bel), que reiterou o apoio da deputada aos direitos da comunidade LGBT. A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos e Cidadania foi representada por Rosilene Bezerra Evangelista (Lenne).

No dia 06 de novembro ocorrerá a Parada Orgulho LGBT em Brazlândia. É importante que todos e todas compareçam e participem da luta contra toda forma de discriminação e homofobias. O Sinpro reitera a luta em defesa dos direitos humanos da comunidade LGBT, por uma sociedade democrática e igualitária para todos e todas. “A violência contra a comunidade LGBT é inadmissível. Faz-se, portanto, necessário a defesa dos direitos humanos, por uma cultura de paz e justiça” afirmou Fatinha.

 

Imprimir