Por administrador em 28/mar/2014

Sinpro é homenageado na CLDF pelos seus 35 anos de lutas e conquistas



IMG_1753

Por iniciativa da bancada do PT na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), o Sindicato dos Professores foi homenageado com uma Sessão Solene na noite da quinta-feira (27). O evento contou com a presença de toda atual Diretoria Colegiada da entidade, ex-diretores(as), professores(as) e sindicalistas.

Com inúmeros elogios ao desempenho do Sinpro, o presidente da CLDF, deputado Wasny de Roure, abriu a sessão convidando para compor a Mesa a também deputada petista Arlete Sampaio; a diretora do Sinpro; Rosilene Corrêa – representante da Diretoria –; um dos fundadores e primeiro presidente do Sindicato, Olímpio Gonçalves Mendes; o presidente da CUT Brasília, Rodrigo Britto; o diretor da CUT Nacional, Jacy Afonso; e o diretor e representante da CNTE, Edmilson Lamparina.

Todos, ao fazerem uso da palavra, enalteceram o desempenho do Sinpro no decorrer destes 35 anos de existência. Wasny disse que a história do Sinpro está entrelaçada à história das lutas sociais no Distrito Federal. Os membros da Mesa foram unânimes sobre o papel de vanguarda que o Sinpro teve e tem, não apenas na Capital, mas em todo o País.

A diretora do Sinpro, Rosilene Corrêa, ao agradecer a homenagem dos deputados distritais, disse que além do Sindicado portar a bandeira de defesa da categoria, a entidade busca atender também aos anseios da sociedade brasiliense, que almeja um ensino público de qualidade. “Por isso o Sindicato cobra investimentos do governo e, para disseminar a responsabilidade de todos pela educação, lançou a campanha pela valorização da escola pública”, disse.

A sindicalista também fez homenagens aos demais diretores do Sinpro, através da diretora Isabel Portuguez, coordenadora da Secretaria dos Aposentados, e a toda categoria, por intermédio da professora Maria dos Remédios, da Escola Classe 511 de Samambaia. Rosilene ainda agradeceu a colaboração dos funcionários e fornecedores do Sinpro.

A exposição fotográfica e de camisetas, que retratam os 35 anos de lutas e conquistas do Sindicato, também foi alvo de muitos elogios. A mostra, que permaneceu durante 10 dias no foyer do plenário da Câmara, foi encerrada na noite de ontem.

 

Imprimir