Por administrador em 05/ago/2014

Sinpro condena violência com o povo palestino



O Sindicato dos Professores no Distrito Federal condena com veemência a ofensiva do Estado de Israel contra o povo palestino, que já dura cerca de 20 dias na Faixa de Gaza. Até o momento mais de 1.300 palestinos morreram e mais de 6.700 ficaram feridos.

Todos os bombardeios e atos de violência demonstram falta de objetividade e diálogo, fato que tem transformado a população da Palestina em alvo de genocídio.

Nem mesmo as tréguas de caráter humanitário têm sido respeitadas por Israel, tornando difícil qualquer tipo de ajuda internacional à população da Faixa de Gaza, que já começa a sofrer com a escassez de energia, água e alimentos.

O Sinpro defende uma Palestina livre e soberana.

Imprimir