Por administrador em 02/set/2014

Sindicato dos Servidores Municipais de São João D’aliança volta a negociar com prefeitura



Os professores de São João D’aliança, município de Goiás, recusaram parte da proposta apresentada pelo prefeito, Atos Antônio Cerranato. A decisão foi tomada em assembleia realizada na última sexta-feira, dia 29. O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São João D’aliança se reunirá novamente com a prefeitura nesta quarta-feira (3), para tentar renegociar a pauta dos professores.

A categoria aceitou a proposta do prefeito do município de reajuste do Piso Salarial do Magistério em 8,32%, índice estabelecido nacionalmente, pelo governo federal. Conforme a legislação vigente, a correção do Piso do Magistério reflete a variação ocorrida no valor anual mínimo por aluno, definido nacionalmente no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

A divergência foi quanto ao pagamento retroativo do percentual de reajuste à janeiro deste ano. O prefeito de São João D’aliança quer pagar o montante dividido em 12 vezes, com a primeira parcela em janeiro de 2015. Já a categoria exige que o valor seja pago em, no máximo, oito vezes, com a primeira parcela em novembro deste ano.

“Vamos voltar a conversar com a prefeitura e solicitar que a exigência da categoria seja cumprida. A greve não está descartada”, alerta o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São João D’aliança, Leonídio Pimentel Farias.

Imprimir