Por administrador em 16/jun/2011

Servidores se manifestam na Esplanada



Pela terceira vez neste ano, os servidores públicos federais ocuparam a Esplanada dos Ministérios para exigir melhores salários e condições de vida, mobilização da Campanha Salarial de 2011. Enquanto cerca de oito mil manifestantes protestavam em frente ao Ministério do Planejamento, bloco C, representantes das entidades dos servidores públicos se reuniram com o Secretário de Relação do Trabalho da pasta, Durvanier Paiva, e foram informados de que o governo apresentará a política salarial para o conjunto do funcionalismo público federal no dia 5 de julho.

Na 3ª Marcha pela Campanha Salarial 2011 a intenção foi de reivindicar a apresentação de propostas objetivas à categoria, com a definição de valores e data para sua implementação. “A reunião de hoje foi mais um round da nossa luta, sendo que, até agora, o governo optou por fazer corte orçamentário”, discursou a diretora da CUT Nacional, Lúcia Reis.

Para o presidente da CUT-DF, José Eudes, é essencial a participação massiva dos servidores públicos nas ações que exigem o cumprimento da pauta de reivindicação da categoria. “Somente com os trabalhadores nas ruas, como foi feito hoje, poderemos alcançar a vitória”, disse.

Entre os pontos reivindicados pelo conjunto do funcionalismo público, está a retirada de qualquer reforma que prejudique os direitos dos trabalhadores; o cumprimento por parte do governo dos acordos firmados; a paridade entre ativos, aposentados e pensionistas e a retirada de projetos de leis, medidas provisórias e decretos contrários aos interesses dos servidores públicos, como o PLP 549/09, PLP 248/98 e PLP 92/07.

Da Secretaria de Comunicação da CUT-DF

Imprimir