Por administrador em 21/mar/2013

Servidor poderá acompanhar pai e mãe enfermos



A Câmara Legislativa votou ontem o PLC 56/12 que resgata o antigo texto vigente que regulamentava a licença para acompanhar pessoa doente na família, sejam eles ascendentes, descendentes, enteados ou colaterais consanguíneos. A partir da sanção do PL pelo governador Agnelo Queiroz, os filhos servidores poderão acompanhar seus pais sem ter que comprovar dependência econômica. Mais uma vitória da luta, já que a correção se deu após questionamento dos servidores.

Imprimir