Por administrador em 03/out/2013

Senador lamenta falta de investimento na educação e aumento do analfabetismo



O senador Osvaldo Sobrinho (PTB-MT) chamou a atenção para o crescimento do número de analfabetos no Brasil, que saltou de 12,9 milhões para 13,2 milhões, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foi a primeira vez que a quantidade de brasileiros com 15 ou mais anos de idade que não sabem ler e escrever subiu nos últimos 15 anos, informou o parlamentar.

Em pronunciamento nesta quinta-feira (3), o parlamentar destacou a opinião do presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos, Marcelo Neri, para quem a preocupação com a interrupção na queda do número de analfabetos no Brasil, detectada no ano passado pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) do IBGE, é exagerada. Para o presidente do Ipea, o resultado da Pnad pode estar relacionado com a maior expectativa de vida da população brasileira. Ou seja, o analfabeto, hoje, vive mais, alterando a estatística.

O senador lamentou a falta de investimentos na educação, resultando na falta de valorização do profissional da educação, assim como na falta de dignidade e respeito no ambiente escolar. Osvaldo Sobrinho lembrou que os professores estão em greve em grande parte do Brasil e pediu aos governantes, nos três níveis de poder, que “olhem com carinho e respeito aqueles que fazem a educação”.

Agencia Senado

Imprimir