Por administrador em 06/ago/2013

Senado vota obrigatoriedade de 2h semanais de Educação Física



Deve ser votado nesta terça, dia 6, um projeto de lei que estabelece a disciplina de Educação Física como obrigatória na educação básica, com carga horária mínima de duas horas semanais. O projeto, de autoria do senador Eduardo Amorim (PSC-SE), é o primeiro na pauta de votações do dia da Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) do Senado, e tramita em caráter terminativo.

Segundo o senador, desde que foi promulgada a Lei de Diretrizes e Bases para a Educação (LDB), em 1996, não há mais determinação de carga horária das disciplinas, sendo a escola a responsável por elaborar o projeto pedagógico e definir a carga horária de cada uma delas.

Para ele, entre os benefícios da disciplina está o desenvolvimento motor das crianças, além da ajuda que ela dá ao combate de diversas doenças relacionadas ao sedentarismo, como obesidade, diabetes e problemas cardíacos.

“Apesar dos benefícios da educação física, os professores da disciplina sempre tiveram que se preocupar em demonstrar para os pais, para o corpo docente e até mesmo para os alunos sua finalidade e sua importância para o futuro da sociedade. Não se dá a devida importância a essa que é uma matéria essencial no currículo escolar”, observa o parlamentar.

Imprimir