Por administrador em 18/nov/2014

Sem acordo, trabalhadores da Cobra Tecnologia decidem entrar em greve no dia 25



Em assembleia extraordinária realizada na manhã dessa segunda feira (17), trabalhadores da empresa Cobra Tecnologia deliberaram início de greve por tempo indeterminado a partir do próximo dia 25. Após quatro mesas de negociação entre patronato e lideranças sindicais, ainda não houve entendimento em torno das reivindicações da categoria para o Acordo Coletivo de Trabalho – ACT 2014/ 2015.

Enquanto os trabalhadores lutam por equiparação salarial com empregados de estatais, ganho real e avanços e melhorias nas cláusulas sociais presentes no ACT passado, a diretoria da empresa mantém sua proposta inicial de avanço econômico (0,5% de ganho real) e ainda não se posicionou a respeito das cláusulas sociais, alegando não poder apresentar contraproposta no momento e adiando mais uma vez a resolução do problema.

Além das questões econômicas, a pauta de revindicações da categoria solicita a apuração e a condenação dos casos de assédio moral denunciados por trabalhadores em diversas filiais da empresa espalhadas pelo país, além do restabelecimento da qualidade do plano de saúde oferecido  aos servidores do setor e melhorias no que diz respeito ao auxílio alimentação, benefícios de fim de ano e questões relativas à maternidade (horário amamentação, auxílio creche, etc).

Paralisação

Em virtude da relutância em negociar aumento maior e com o intuito de pressionar a empresa, mostrando que os trabalhadores estão organizados e seguros de sua pauta, o Comando Nacional Permanente de Campanha Salarial dos trabalhadores da empresa já havia organizado o Dia Nacional de Luta, que ocorreu no último dia 13. Apesar das pressões e represálias sobre manifestantes, a atividade conseguiu mobilizar os servidores e paralisou a empresa por 24 horas.

Imprimir