Por administrador em 01/nov/2014

RJ: Jovem é estuprada após discussão política



Agressores se diziam eleitores de Aécio Neves (PSDB); eles teriam afirmado que “mulheres são incapazes de entender política” e que o Brasil “está uma merda” porque a presidente é mulher

Uma adolescente de 17 anos denunciou à polícia ter sido estuprada por três homens após se envolver em uma discussão sobre política na madrugada de sábado (25). O caso aconteceu na Rua São Clemente, em Botafogo, Zona Sul do Rio de Janeiro, e está sendo investigado pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam).

Em sua página no Facebook, a vítima contou detalhes do abuso e diz ter conhecido, no Instituto Médico Legal, duas mulheres agredidas pelos mesmos homens algumas horas antes. O relato, até agora, já tem quase 2 mil compartilhamentos. “Uma dessas mulheres teve seu colo e uma parte de sua coxa chutada, por um dos caras, só por estar com um adesivo da Dilma, por ser negra e nordestina”, escreveu.

Conforme informou à delegada, a adolescente foi defender uma outra mulher que estava sendo insultada por esses homens, que se diziam eleitores do PSDB. Pouco tempo depois de sair do local, ela foi seguida e violentada por eles em um beco. “Fui arrastada prum beco, no qual me empurraram contra a parede e dissertaram frases sem sentido como ‘vocês mulheres são geneticamente incapazes de entender politica e por isso o Brasil está uma merda. Porque a presidente é mulher’, escreveu. “Após isso me violentaram de vez, se é que me entendem, chegaram a picotar minha blusa”, completou.

A partir da próxima segunda-feira (3), a jovem deve ser chamada para depor novamente. Segundo a Polícia Civil, imagens de câmeras de segurança da localidade foram solicitadas e estão sendo aguardadas para análise.

Fonte: Revista Fórum

Imprimir