Por administrador em 19/set/2013

Rede estadual do RJ terá três escolas bilíngues em 2014



A rede estadual do Rio de Janeiro está com inscrições abertas para a seleção de alunos que vão estudar nas três escolas com ensino bilíngue em 2014. São oferecidas 320 vagas, todas para o ensino médio em período integral. As inscrições vão até a próxima sexta-feira (20) e devem ser feitas pelo site www.educacao.rj.gov.br ou www.conexaoaluno.rj.gov.br. As oportunidades são divididas entre alunos provenientes de escolas públicas, privadas e estudantes com deficiência. Não é preciso comprovar conhecimento de outro idioma.

A seleção para o preenchimento das vagas é formada por uma prova com 40 questões objetivas e uma redação, que serão realizadas no dia 13 de outubro. O exame é o mesmo aplicado para alunos que pretendem fazer cursos técnicos na rede.

Para se inscrever, é preciso comprovar a conclusão do 9º ano do ensino fundamental e ter nascido entre 1º de janeiro de 1998 e 31 de dezembro de 2002.

Idiomas

No CIEP Governador Leonel de Moura Brizola, em Niterói, os alunos terão aulas em português e francês. O CIEP Carlos Drummond de Andrade oferecerá aulas em português e em inglês, em Nova Iguaçu. Enquanto o Colégio Estadual Hispano-Brasileiro João Cabral de Melo Neto terá aulas em português e espanhol, no bairro do Méier, na zona norte do Rio.

No edital, o governo estadual afirma que as inscrições para C.E. Hispano-Brasileiro, que ainda não foi inaugurado, “serão realizadas em caráter condicional, uma vez que esta unidade escolar poderá não iniciar as aulas no ano letivo de 2014”.

Ao UOL, a Seeduc (Secretaria de Estado de Educação) disse que unidade “funcionará regularmente em 2014” e que a indicação no edital é uma “mera precaução, uma vez que os trâmites administrativos ainda estavam em curso na época da publicação do edital”.

Segundo a Seeduc, nas três escolas há previsão de 16 horas semanais para o ensino da língua estrangeira – divididas entre o núcleo linguístico (com um ensino mais formal do idioma) – e as disciplinas não linguísticas, como geografia, matemática, biologia e sociologia (que serão ministradas na língua estrangeira).

Atraso

Em setembro de 2012, o secretário de Educação do RJ, Wilson Risolia anunciou que quatro escolas bilíngues seriam criadas na rede: com ensino em espanhol, mandarim, inglês e francês.

À época, o governo anunciou que havia sido firmado um convênio para a implantação da escola em língua francesa, que deveria funcionar a partir do segundo semestre de 2013. Agora, a unidade deve entrar em funcionamento só em 2014.

Em junho deste ano, o secretário disse mais uma vez que seriam quatro escolas bilíngues na rede. Na data, porém, foi anunciado que a primeira a funcionar seria a de ensino em português e mandarim, ainda no segundo semestre deste ano. A escola não aparece do edital para 2014 divulgado no mês passado.

A Seeduc não explicou o porquê as datas foram alteradas e informou que não há um novo prazo para a implantação do colégio bilíngue com aulas de mandarim.

Com informações do UOL

Imprimir