Por administrador em 23/dez/2013

Redações Vencedoras: Categoria Redação VI – 1º lugar



Categoria Redação VI – Ensino Médio / EJA 3° Segmento – 1° Lugar

Autor: PAULO VICTOR SOUZA DA SILVA
Escola: GISNO / PLANO PILOTO
Professor(a) Indicado(a): Ramon Mota

IMG_5302

Os meios de comunicação desempenham um papel na vida de qualquer indivíduo nas sociedades contemporâneas porque eles são, na maioria das vezes, um dispositivo bastante usado por parte da população. Porém, não posso me apegar às “verdades” apresentadas pela mídia tradicional elitista, isto é, grupo no qual podem ser enquadrados os moldes que não permitem participação mais ampla do receptor, tais como jornais, revistas ou televisão, nesse meio, a internet surge como forma mais democrática de transmitir informações, uma vez que possibilite a participação por meio de comentário, por exemplo, ou ainda mais ativa quando o usuário se torna o próprio emissor.

Como, ainda tive experiência de conhecer o mundo pessoalmente, minhas observações são baseadas, primeiramente, nos dados oriundos dos veículos mais tradicionais, o que muitas vezes, estabelece determinados estereótipos padronizados, a título de exemplificação: todo estadunidense é gordo, os franceses não civilizados, na África só habitam negros e tem problemas relacionados à fome e assim por diante. A referência internacional rotula que os brasileiros são reconhecidos, principalmente, pela tendência futebolística e carnavalesca de uma forma intrínseca.

Com a internet, ferramenta tecnológica importante para aprendizagem, foi possível ampliar o meu conhecimento em diversas áreas; conectar-me com pessoas de outros lugares e culturas; acessar notícias na íntegra em outros idiomas e, desse modo, conhecer determinados assuntos e enxergá-los sob diversas perspectivas.

Ao apresentar fatos polêmicos da sociedade brasileira, a mídia me leva a procurar a natureza dos problemas por meio de indagações. Assim, penso de modo racional, criticar e pesquisar mais sobre assuntos importantes para minha formação educacional e integridade como cidadão.

Apesar de a televisão ser bem controlada por monopólios e passar concepções errôneas (ou não) para o público, nem sempre ela é uma má ferramenta, o que posso afirmar graças aos canis socioeducativos, como, por exemplo, o Canal Cultura e muitos outros canais de documentários. Por um lado, a mídia é usada como uma ferramenta do capitalismo, ou seja, meio pelo qual as propagandas induzem o consumidor a pensar irracionalmente com o único intuito de consumir e, conforme essa ótica, a minha visão encontra-se subordinada aos conteúdos comerciais. Uma vez ou outra sinto vontade de comprar uma coisa que não é necessário ou trocar algo que já possuo pó em versão mais atualizada. Quando isso acontece, tenho que voltar às indagações para não deixar a mídia me influenciar de forma negativa.

De acordo com o que foi argumentado anteriormente, a mídia em massa exerce enorme influência sob o comportamento da sociedade por meio de desenhos, músicas, seriados, novelas, cinema, moda, equipamentos tecnológicos, e ter outros. Portanto, acredito que a mídia realmente muda minha forma de ver o mundo e cabe a mim aproveitar as informações positivas e construtivas, ao passo que o restante deve ser bem analisado e, caso preciso, descartado.

Ver mais…

Imprimir