Por administrador em 04/fev/2010

Reajuste dependerá de votação da Câmara



Na reunião realizada na sexta-feira (1/03) entre a secretária de Educação e a comissão de negociação do Sinpro, foi divulgado o índice correto de reajuste dos professores: 10, 04% e não 10, 3% como havíamos divulgado anteriormente. Brevemente explicaremos como se chegou a esse valor, que representa o resíduo dos 15, 32% do Fundo Constitucional de 2009, mais o percentual de reajuste do fundo para 2010. A mensagem será enviada à Câmara Legislativa até o dia 13, o que teoricamente permitirá o pagamento no salário de março, que os professores recebem no quinto dia útil de abril.
Dizemos “teoricamente” porque diante da crise de governabilidade existente hoje em Brasília, precisaremos agir na Câmara para garantir que a proposta seja votada o mais rápido possível, pois se houver intervenção no DF a Casa não poderá votar qualquer matéria.
Esse reajuste é fruto do acordo que pôs fim à nossa greve no ano passado e resultado direto de nossa luta. Os recursos já estão previstos no orçamento e não aceitaremos enrolação.

Imprimir