Por administrador em 08/ago/2014

Programa de visita às lojas tira dúvidas, recolhe demandas e organiza comerciários



O Sindicato dos Trabalhadores no Comércio Atacadista e Varejista de Materiais de Construção do Distrito Federal (Sintramacon-DF) está realizando uma série de visitas às lojas, reunindo comerciários em seu local de trabalho para fomentar a política de estreitamento de relações com a base.

A ideia foi incrementada a partir da necessidade de esclarecer dúvidas sobre tema de grande interesse dos trabalhadores: a correção das perdas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) de 1999 a 2012.  Após um prévio levantamento das dúvidas mais comuns em uma determinada base, o Sindicato envia um ofício para a empresa e solicita uma data para a diligência, que conta com o suporte profissional de um advogado. As principais dúvidas dos trabalhadores estão relacionadas à rescisão de emprego e a revisão e o pagamento do FGTS e outros encargos do desligamento.

Nos encontros, os trabalhadores também têm a oportunidade de apresentar suas reivindicações referentes às irregularidades nos pagamentos e denúncias de assédio moral. Nessa situação, a empresa é convidada a comparecer ao Sindicato e, caso o problema não seja resolvido, é encaminhado à Superintendência Regional do Trabalho.

Com um número de associados estimado em aproximadamente 25 mil pessoas, o objetivo do Sintramacon é também apresentar a atuação do sindicato aos trabalhadores e conscientizá-los sobre a importância de ser sindicalizado.

Luciana de Moraes, presidente do Sintramacon, defende a sindicalização como um instrumento de união e fortalecimento da categoria. “O trabalho está dando resultados positivos. Nós podemos enquanto sindicato atuar em favor dos trabalhadores e acabar com sua vulnerabilidade perante os patrões”, afirma a presidente.

Filiado à CUT, a Fetracom e a Contracs, o Sintramacon também promove o Dia da Saúde. A ação consiste em realizar acompanhamentos mensais aos trabalhadores com uma equipe médica para aferir pressão arterial, glicemia e tirar dúvidas sobre doenças como câncer de mama e de próstata.

Uma terceira ação desenvolvida trimestralmente é a sensibilização para ações sociais. Os trabalhadores são convidados para trabalhar voluntariamente na arrecadação de cestas básicas que posteriormente são doadas para instituições de caridade.

Inclusão de gênero

A presidente Luciana afirma que em seus quatro anos de mandado o Sintramacon se preocupou em inserir em sua convenção coletiva de trabalho a claúsula que assegura o mínimo de 20% de mulheres no comércio de atacado e varejista, em função do comércio de material de construção ser essencialmente composto por homens, discriminando as mulheres.

A perspectiva de trabalho do Sintramacon  é fortalecer cada vez mais a relação com a categoria e duplicar o número de associados.

Imprimir