Por administrador em 10/mar/2010

Professores da UnB entram em greve



Os professores da Universidade de Brasília entraram em greve na terça-feira (09), um dia após o início das aulas. Eles reivindicam o pagamento da Unidade de Referência de Preços (URP), cujo corte foi determinado pelo Ministério do Planejamento em 2009. De acordo com a UnB, a URP representa cerca de 26, 05% dos salários dos professores e técnicos “que, desde o fim do ano passado, convivem com incertezas sobre seus vencimentos”. O ministério argumenta que a URP não é uma gratificação, mas um índice econômico criado em 1987 para reajustar preços e salários. Uma auditoria da secretaria de recursos humanos da pasta apontou irregularidades nessa movimentação financeira, incluindo a extensão do benefício a servidores contratados recentemente.
Em nota entregue ao ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, o reitor da UnB, José Geraldo, diz que a decisão do ministério contraria liminar concedida pelo Supremo Tribunal Federal a favor da instituição e “gera instabilidade na comunidade acadêmica”.
Com informações do site Brasília Confidencial

Imprimir