Por administrador em 21/abr/2009

Professores em luta nos 49 anos de Brasília



Os professores marcaram presença na Esplanada dos Ministérios durante as comemorações dos 49 anos de Brasília. Com muito espírito de luta eles distribuíram rosas para as mulheres e balões para as crianças e receberam o apoio de estudantes e da comunidade em geral.

Várias pessoas subiram ao palco para expressar seu apoio à campanha e denunciar as contradições nos atos do governo. Ana Luísa, estudante do CEF 104 da Asa Norte, contou que sua escola passou três meses sem substituto para uma professora doente, mas que a substituição dos grevistas foi imediata. Os estudantes se recusam a entrar em aulas com substitutos, em solidariedade à causa dos professores.

Durante a passeata alguns policiais militares quiseram intimidar os professores jogando seus cavalos em alguns dos manifestantes, mas com exceção desse episódio não houve qualquer incidente. Os professores receberam muito apoio dos milhares de pessoas que estavam lá.

De acordo com o professor Nascimento, do Centro Educacional 7 de Ceilândia, o governador Arruda disse que ficou “horrorizado” com a presença dos professores no local. Mas se ele mesmo disse que o espaço era democrático. Ou só vale manifestação a favor? Estivemos no espaço para comemorar os 49 anos da cidade e ao mesmo tempo denunciar a situação da educação e da saúde n DF.

Amanhã, dia 22, todos devem comparecer às assembleias regionais para avaliar o movimento e formar os grupos de visita às escolas. Na parte da tarde, às 15h, nos concentraremos no Teatro Nacional para a realização de uma carreata. A luta continua!

Imprimir