Por administrador em 05/nov/2014

Professores contratados protestam contra a falta de pagamento



Indignado com a postura da prefeitura de Palmas em ignorar o serviço prestado pelos mais de 100 professores que trabalham em regime de contrato, o SINTET Regional de Palmas participou na manhã desta terça-feira, 04/11, de uma mobilização dos trabalhadores.

Professores de três Centros de Educação Infantil (CMEI’s), sendo um da Região Sul da capital e dois da Região Norte paralisaram as atividades em protesto, já que estão sem receber há pelo menos quatro meses. Após ficarem concentrados com faixas e cartazes na frente dos CMEI’s, os profissionais foram até a sede do Ministério Público do Estado-MPE/TO, onde protocolaram ação contra a prefeitura.

Os trabalhadores estão apreensivos quanto à data do pagamento, pois sem salários não há como cumprir suas obrigações, muitos estão sem pagar os serviços de água e de energia de suas casas. “Descaso é pouco, está faltando respeito por parte da prefeitura com esses profissionais que trabalharam e precisam receber, fica visível a injustiça que estão cometendo com a categoria”, disse Joelson Presidente do SINTET Regional de Palmas.

A Prefeitura de Palmas, por meio de nota, informou que no dia 28 de outubro foi criada a Comissão Especial Interna para a análise e providências acerca dos trabalhos temporários na Secretaria de Educação. Esta comissão terá um prazo de 30 dias para avaliar a situação e as providências a serem tomadas pelo gestor, conforme a nota.

Para o SINTET a criação da Comissão é embromação da Prefeitura, já que não foi preciso comissão na hora de contratar os trabalhadores. O fato é que esse pessoal está sofrendo uma grande injustiça e devem ser tomadas medidas emergenciais e não paliativas para resolver a questão.

Fonte: CNTE

Imprimir