Por administrador em 14/abr/2012

Professores (as) ocupam espaços e deixam seu recado na Bienal



O movimento da categoria deu mais uma demonstração de sua força e organização neste sábado: centenas de professores e professoras ocuparam os espaços da I Bienal do Livro e da Leitura de Brasília e lembraram ao governo Agnelo que acordo é para ser cumprido. Desde a abertura do evento a categoria se fez presente, com palavras de ordem, apitos e muita animação. Na saudação do escritor nigeriano e prêmio Nobel, Wole Soyinka, os professores (as) ouviam e aplaudiam, mas nos intervalos deixavam seu recado de protesto pelo descaso do GDF com a Educação.

Durante a apresentação de acrobacia com bambus, fizeram uma “corda” de camisetas vermelhas e, em silêncio, empunharam bandeiras e cartazes com os dizeres “Agnelo, cumpra o acordo com as (os) professoras (es)!” . A categoria também distribuiu panfletos explicando porque não aceitou a proposta do governo Agnelo e os motivos da nossa greve.

Eles continuam no local neste sábado e no domingo  levando aos amantes dos livros sua mensagem de luta. 

Imprimir